segunda-feira, 20 de junho de 2011

Receita de Historiador



Ingredientes:

- 1 pessoa disposta;

- 1 Curiosa personalidade;

- 1 bandeja preenchida por um Curso superior de História;

- Várias pitadas de professores e historiadores qualificados;

- 1 copo de Inúmeros livros de volume;

- 1 colher (sopa) de Olhar crítico;

- Várias Fontes cortadas em cubos;

- Filtro anti-preguiça;

Tempero adicional:

- Saber interdisciplinar

Modo de fazer

- Primeiramente, deve-se ter em mãos uma pessoa disposta;

- Recheie a pessoa disposta com uma curiosa personalidade e deixe-a fomentar o recheio por um longo tempo, até que se forme os resquícios de uma massa intelectual;

- Despeje tudo na bandeja preenchida pelo curso superior de História e despeje as pitadas de professores e historiadores qualificados. Estes auxiliarão na modelação da massa intelectual;

- Logo que a massa intelectual começar a aparecer e revelar um modelo em desenvolvimento, despeje, pouco a pouco, o copo de inúmeros livros para que a massa cresça gradualmente e consistentemente. Cuidado, pois despejar o copo inteiro de uma vez pode acarretar danos na consistência da massa, tornando-a uma substância confusa e de estranho ou mesmo intragável gosto. Isto se deve ao fato de "regurgitar" informações do copo de inúmeros livros de maneira desmedida e incompetente;

- Misturar à massa uma colher (sopa) de olhar crítico, permitindo que a massa intelectual, recheada pelos inúmeros livros se organize e compreenda melhor o "gosto" que deverá ter ao final da receita. Assim, o olhar crítico terá o efeito de uma peneira, permitindo que os vícios, dejetos e falsificações se separem do recheio. Automaticamente, caso esteja sendo competentemente formada, a massa intelectual irá separar estes vícios, dejetos e falsificações, utilizando-os na problematização da construção do recheio historiográfico que deverá ter início nesta etapa;

- Em formado o recheio historiográfico, despejar as fontes cortadas em cubo, tomando o cuidado de perceber qual delas melhor apetece ao recheio e à personalidade da pessoa disposta. Alguns das fontes poderão não se envolver com os outros ingredientes, podendo facilmente ser retirada, enquanto outras poderão dar à receita um sabor mais apetitoso;

- Despejar todo o conteúdo em uma nova bandeja, passando-o, neste momento, por um filtro anti-preguiça que irá contribuir para a continuação da formação do recheio historiográfico ao sair do curso superior de História.

- Por fim, temperar com Saber interdisciplinar, para que seja enriquecida a o recheio historiográfico da pessoa disposta, tornando-se uma receita não somente mais saborosa, mas também mais consistente e de maior qualidade para todos aqueles que irão "degustar" das "guloseimas" resultantes da receita.

Atenção: Tal receita não poderá ser finalizada completamente, visto que os ingredientes, a cada dia que passa, têm seus compostos incrementados mais e mais, devendo a todo momento serem re-vistos, re-adquiridos, re-compreendidos e re-criticados em prol do aprimoramento desta receita.


Alunos: Brunno Silva Martins

Lucas Silva Nangi dos Santos

Matheus Kaneko da Silva

Robert Mori

Um comentário:

  1. Uau!! Esses Chefs farão hisória nos domínios de Clio.
    Ah, o filtro anti-preguiça é mesmo fundamental. Ele impede que Clio fique monótona.

    ResponderExcluir